10º SIMCAFÉ REGISTRA AUMENTO DE 20% NO PÚBLICO

10º Simcafé registra aumento de 20% no público

Evolução, certamente esta é a palavra que melhor define a 10ª edição do Simcafé. O número recorde de público e de expositores, grande volume de negócios, lançamento do Cappuccino Senhor Café e a realização de duas seletivas de campeonatos de barismo, comprovam isso.

Os três dias no mês de abril foram intensos na Alta Mogiana. Durante este período passaram pelo evento aproximadamente 3 mil pessoas, número 20% maior que a edição de 2017, um verdadeiro recorde. Esse público focado encontrou muita informação, oportunidades comerciais e novidades, tudo proporcionado pela Cocapec através de seus 90 fornecedores presentes, que expuseram o que há de melhor para o setor e que já está disponível na cooperativa. O resultado foram stands e corredores sempre movimentados.

As diversas condições especiais para aquisição, incluindo a de troca de café, principalmente no espaço de máquinas e implementos, atraíram muitos cooperados e um grande volume de negociações foi registrado, mostrando que os produtores estão em uma busca contínua de modernização de sua atividade. É o caso de Salvador Gervásio, do município de Ibiraci/MG. “Dei uma circulada e fechei negócio, comprei uma roçadeira, aproveitei a troca, foi muito bom”. O cooperado de Claraval/MG, Cássio Augusto Cintra Toledo, gostou da variedade de produtos. “Tem muita coisa nova, muito produto interessante e que ajuda na produção, estou negociando” disse ele. Luidy Pedro Carrijo Marçal Ibiraci/MG, mostrou muita empolgação com o evento “Tá show de bola, apesar do preço do café não estar dos melhores, mas a variedade tá ótima, comprei um veículo e um maquinário que estávamos precisando, o atendimento também foi muito bom”.

Como o objetivo principal do evento é a difusão de conhecimento, a programação de palestras não deixou a desejar. Ao todo foram 4, que abordaram temas variados e pertinentes a realidade atual como: Perspectiva do Clima para a Safra 2018/19 e sua Tendência para 10 anos (Prof. Molion); Administrando Gerações (Juscelino Neves – com apoio do Sescoop/SP); Macroeconomia e Mercado de Café (César de Castro) e A Força do Entusiasmos (Prof. Gretz). Esta última teve o maior público com mais de 500 pessoas. Além disso, dois workshops de fornecedores reforçaram os respectivos produtos/serviços.

Mas este Simcafé foi marcado por um a grande novidade, o lançamento do Cappuccino Gourmet Senhor Café. O sucesso foi total, a cafeteria, que já é o ponto de encontro tradicional, ficou ainda mais cheia com todos os participantes desejando experimentar este novo sabor. O local ainda serviu o tradicional espresso e também o café gelado, sensação de muitos anos.

A cerimônia de abertura novamente foi bastante prestigiada por importantes nomes da cafeicultura, política e cooperativismo. Além da diretoria da Cocapec estiveram presentes o Superintendente do Sescoop/SP,  Aramis Moutinho Júnior; o Presidente do Conselho de Administrativo do Sicoob Credicocapec e Coordenador do Conselho Nacional do Café (CNC),  Mauricio Miarelli; o Coordenador das Câmaras Setoriais, Alberto Amorim que representou o secretário de agricultura do Estado de São Paulo, Francisco Jardim; o Presidente do Sindicato Rural e Presidente da Fundação do Café da Alta Mogiana, José Henrique Mendonça, o Presidente da OCB,  Márcio Lopes de Freitas; o Chefe de gabinete do prefeito de Franca Gilson de Souza,  Orivaldo Donzelli; o Presidente da AMSC,  Márcio Luiz de Palma Rezende; o Diretor da CATI-EDR Franca,  Pedro Avelar; o Vereador de Franca, Adermis Marini e o Presidente da ACIF e do G6, Dorival Mourão Filho.

O presidente da Cocapec, Carlos Yoshiyuki Sato, fez uma retrospectiva para relembrar a história do Simcafé. “O Simcafé foi originado a partir do Dia de Campo, realizado entre 1998 e 2008, a partir daí diagnosticamos que o formato deveria mudar, e assim, em 2009 aconteceu a primeira edição do Simcafé. A evolução foi visível a cada ano, e isso muito se deve ao desenvolvimento da nossa cafeicultura, apoiada pela cooperativa, que sempre proporcionou este crescimento. O Simcafé compõe hoje o Ciclo de Sustentabilidade Cocapec, pois é uma ação completa que aborda diferentes assuntos que fundamenta esta plataforma. Alberto Amorim, foi o portador das palavras do secretário de Agricultura do Estado de São Paulo, Francisco Jardim, o qual representou. “Mais uma vez é um prazer estar aqui e ver essa continuidade e fortalecimento do evento. Isso aqui é prova da força que tem o produto paulista. Novamente a Cocapec faz um belíssimo evento”. O presidente da OCB, Márcio Lopes de Freitas, cooperado número 6, trouxe uma reflexão sobre o cooperativismo. “O cooperativismo tem uma força social muito grande temos que ter orgulho, porque isso faz diferença. Temos que ter confiança, pois isso é o que constrói o futuro. Vale a pena cooperar, vale a pena estar juntos e saber nos organizarmos”.

Os cooperados também falam sobre suas impressões do evento. Gabriel Queiroz Limonti elogia a organização. “ Está tudo muito bom, participei das palestras, está muito bem organizado, a Cocapec está de parabéns”. Em sua primeira vez no Simcafé a pecuarista Elaine Aparecida da Cunha se diz encantada. “É uma feira bem completa, a impressão que tive foi ótima, muitas empresas e isso facilita na hora de uma pesquisa” finaliza.

O Fundo Social de Solidariedade de Franca, o Fussol, também teve um espaço para mostrar seu artesanato, e ofereceu uma oficina gratuita de chaveiros para as mulheres.

A Cocapec agradece as empresas expositoras pela confiança, aos cooperados pela presença e participação e a todos os colaboradores diretamente envolvidos e os demais que permaneceram na cooperativa permitindo a continuidade dos serviços prestados. Até a 11ª edição.

Simcafé é palco de pré-seletivas de Campeonatos Brasileiros de Barismo

A Cocapec, com o apoio da AMSC, trouxe pela primeira vez à Alta Mogiana duas pré-seletivas dos Campeonatos Brasileiros de Barismo, realizado pela BSCA, o Cup Tasters e o Brewers.

Esta é a primeira vez que a BSCA acompanha as etapas regionais, de acordo com Juliana Amaral Roque da BSCA. “Até hoje os nossos acompanhamentos foram só de fase nacional, não havíamos ainda trabalhado com as seletivas. Recebemos a proposta e avaliamos, e estamos participando juntos, esta foi a primeira e foi incrível. O objetivo é aumentar o nível das fases nacionais, para que tenhamos mais competitividades da participação brasileira nos mundiais. Então foi muito satisfatório.”

As disputas reuniram profissionais de todo o país, mas para a alegria regional, os primeiros colocados de cada categoria foram daqui, são eles: André Luis Ribeiro (Cup Tasters) e Anderson Minamihara (Brewers).  André, apesar da experiência de 17 anos, falou sobre o alto nível da prova. “A dificuldade foi muito grande, a organização escolheu muito bem os cafés, as nuances, acidez e corpo foram muito parecidas, em nenhuma eu tinha absoluta certeza”. Ao ser questionado sobre se faria alguma preparação para etapa nacional ele respondeu sem medo, “não farei nada, assim como foi aqui vou tentar a sorte de novo”.

Com uma postura diferente, Anderson pretende investir para a próxima fase. “Vou contatar campões mundiais, fazer algumas viagens, ir para fora para buscar experiência para poder ganhar”. Ele reforçou ainda que ficou muito feliz pela conquista.

Além do vencedor, o Cup Tasters classificou os outros 3 finalistas para a etapa nacional. Já o Brewers, o campeão e os outros 2 mais bem colocados, também garantiram a vaga.

As competições agitaram os 3 dias de Simcafé, e um grande público acompanhou ao vivo as provas. A grande parte estava assistindo pela primeira vez. No Cup Tasters os competidores o desafio foi encontrar uma xícara diferente, entre 3 opções, e fazer isso em 8 conjuntos, no menor espaço de tempo. Já o Brewers os baristas escolhiam um método de extração e preparava a bebida que foi avaliada por 3 jurados.

O Q-grader da Cocapec, Higor Brotifixi de Morais, fez uma avaliação da ação. “Fiquei muito satisfeito, foi a primeira vez que fizemos e deu tudo certo, o pessoal veio assistir e foi bem. A parte de preparação foi bem tranquila, e ocorreu tudo conforme o planejado. No caso Cup Tasters definimos uma estratégia de ir dificultando os cafés, e na final foi mais difícil. Acho que para a região dá uma visibilidade importante, e incentiva o pessoal a participar e a treinar, pelo nível dos finalistas vamos para o nacional com boas condições”. Higor falou também do futuro do evento. “Acho que é o primeiro de muitos, o pessoal gostou bastante, tanto quem participou quanto quem acompanhou, e muitos me abordaram para entender melhor, porque isso é novo, foi realmente um sucesso”.

A ação demonstra que o empenho da Cocapec em trabalhar o seguimento de cafés especiais e valorizar todos que nela atuam.

Veja as fotos:

Notícias Relacionadas