NOTÍCIAS

07 de Maio de 2021

CocapecCaféDoença do cafeeiro

Fundação Procafé: Doenças graves em mudas de café

Por: J.B. Matiello, Saulo R. Almeida e Lucas Bartelega – Engs Agrs Fundação Procafé Postado em: 07/05/21 As mudas de café, nos viveiros, podem ser infectadas por doenças graves, por isso devem ser adotados cuidados, de prevenção e de controle. As mudas de café são formadas em viveiros, normalmente sob ambiente de meia sombra, onde permanecem por 6-8 meses, desde o semeio até atingirem 4-6 pares de folhas, quando estarão aptas para seu plantio no campo. Durante essa fase as mudas podem apresentar ataques de 3 doenças principais, mais graves, e mais duas secundárias, de men

SAIBA MAIS


03 de Maio de 2021

CocapecCaféInternacionalPragas do cafeeiroDoença do cafeeiro

FNC alerta sobre nova variante de ferrugem mais agressiva na Colômbia

Por Federação Nacional da Colômbia, via Notícias Agrícolas: Postado em: 03/05/21 A Federação Nacional dos Cafeicultores (FNC), por meio do Centro Nacional de Pesquisas do Café (Cenicafé),  alertou na quinta-feira (29) sobre a presença na Colômbia de novas variantes de fungos mais agressivos que causam a ferrugem do café. Estudando a doença em variedades comerciais suscetíveis e resistentes, e materiais de café de interesse em diferentes regiões, o Cenicafé confirmou recentemente a presença de quatro tipos de ferrugem já conhecidas e identificou seis novas não

SAIBA MAIS


22 de Abril de 2021

CocapecCaféPragas do cafeeiroDoença do cafeeiro

Procafé: É impraticável o uso de monitoramento, de índices de infecção, para controle da ferrugem do cafeeiro

Por Fundação Procafé: Postado em: 22/04/21 O uso de índices de folhas infectadas, como base para o controle da ferrugem do cafeeiro, tem sido demonstrado ineficiente em diversos trabalhos de pesquisa e, por isso, não tem sido adotado, na prática, o monitoramento da doença visando à indicação dos tratamentos fungicidas. Para o manejo e controle de pragas e doenças de plantas, o acompanhamento da sua evolução, através de amostragens, é uma ferramenta muito útil, para racionalizar o uso de defensivos, visando seu emprego apenas quando necessário, nas condições de e

SAIBA MAIS


14 de Abril de 2021

CocapecCaféPragas do cafeeiroDoença do cafeeiro

Fundação Procafé: DIFERENÇAS ENTRE CERCOSPORIOSE E LEPROSE, EM FOLHAS E FRUTOS DE CAFEEIROS

Por J.B. Matiello, S.R. Almeida e Lucas Bartelega – Engs Agrs Fundação Procafé: Postado em: 14/04/21 Cercosporiose e leprose são duas doenças em cafeeiros que, ambas, atacam folhas e frutos, porém possuem origem e sintomas bem diferenciados, embora muitos ainda confundam essas doenças, especialmente quanto às lesões provocadas em frutos. A cercosporiose é uma doença de plantas enfraquecidas, seja por stress nutricional (principalmente por carência de N) seja por stress hidrico, com maior gravidade em plantas com carga alta, em variedades de menor vigor e as de maturação

SAIBA MAIS


23 de Março de 2021

CocapecCaféDoença do cafeeiro

Pesquisadores lançam publicação sobre bicho-mineiro

Por Embrapa Café, via Notícias Agrícolas: Postado em: 23/03/21 Considerada grave ameaças às lavouras de café, uma mariposa batizada como "bicho-mineiro" é uma das maiores pragas do cafeeiro. Habilidosa, ela deixa que sua larva cause o dano na planta. É a larva que, durante várias fases se alimenta no mesofilo (conjunto de tecidos das plantas), causando necrose, perda de capacidade fotossintetizante e desfolha. Assim, entre 30% e 70% da produção é perdida, pois a qualidade e a produção dos grãos são comprometidas, provocando impacto negativo na cadeia produtiva do

SAIBA MAIS


11 de Março de 2021

CocapecCaféManejoDoença do cafeeiro

Procafé: Amarelão em plantas novas de café, por deficiência induzida, de ferro e manganês

Por Fundação Procafé, via Notícias Agrícolas: Postado em: 11/03/21 As plantas de café, ainda novas no campo, podem apresentar um amarelão na folhagem, cuja causa principal tem sido uma deficiência induzida de ferro ou manganês. O ferro e o manganês são  micro-nutrientes, exigidos pelas plantas de café em pequenas quantidades. A função do ferro  está ligada à síntese da clorofila e de algumas proteínas que compõem os cloroplastos. O manganês, igualmente, atua na síntese dos cloroplastos e é um ativador de enzimas, estimula o crescimento celular e das raízes.

SAIBA MAIS


Notícias Relacionadas