NOTÍCIAS

Café: Bolsa de Nova York encerra com altas de 320 pontos nesta 3ª feira

Por Notícias Agrícolas:

Postado em: 17/02/21

O mercado futuro do café arábica encerrou o primeiro pregão da semana com valorização acima dos 300 pontos na Bolsa de Nova York (ICE Future US).

Março/21 teve alta de 320 pontos, valendo 124,35 cents/lbp, maio/21 teve valorização de 315 pontos, negociado por 126,20 cents/lbp, julho/21 subiu 310 pontos, valendo 128,10 cents/lbp e setembro/21 teve alta de 305 pontos, negociado por 129,85 cents/lbp.

De acordo com análise do site internacional, os preços voltaram a subir depois de uma semana de instabilidade e com suporte em uma demanda mais aquecida. “Os preços do café estão ganhando apoio hoje com a desaceleração da pandemia nos Estados Unidos, o que pode impulsionar a demanda e o consumo de café, já que uma redução dos bloqueios permite que restaurantes e cafeterias reabram”, destacou a publicação.

A análise destacou ainda que as infecções por Covid nos Estados Unidos na segunda-feira foram de apenas 53.410, o menor número em 4 meses.

Durante o pregão, o analista de mercado Eduardo Carvalhaes destacou que o movimento de alta pode ser considerado natural, levando em consideração o dia de altas para outras commodities agrícolas,  principalmente em um momento em que todo o setor segue  aguardando por novidades. “Sem a referência do mercado cambial no Brasil, o mercado  acompanha as demais commodities”, comenta.

Os preços do café também têm suporte de transferência da última sexta-feira, quando o Citigroup elevou sua previsão de preço do café em 2021 para US $ 1,29 por libra, ante uma previsão anterior de US $ 1,21 por libra, e disse que o consumo global de café deve retornar aos níveis anteriores à Covid na segunda metade de 2021.

Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon. Março/21 teve alta de US$ 6 por tonelada, valendo US$ 1338, maio/21 subiu US$ 7 por tonelada, valendo US$ 1363, julho/21 registrou valorização de US$ 6 por tonelada, valendo US$ 1376 e setembro/21 teve alta de US$ 6 por tonelada, valendo US$ 1391.

Notícias Relacionadas