NOTÍCIAS

Café: primeiro vencimento teve queda de -4,48% na semana em NY

por Notícias Agrícolas:

De acordo com a análise do economista do Notícias Agrícolas, André Lopes, o vencimento julho/18 da Bolsa de Nova York (ICE Futures Group) para o café arábica teve uma variação negativa de -4,48% na semana, passando de 122,75 cents/lb e sendo estabelecido a 117,25 cents/lb ao final. Quedas semelhantes também foram observadas nos demais vencimentos em destaque – sendo que apenas o vencimento dezembro/18 se manteve acima dos US$1,20/lb.

Na sessão de hoje, os vencimentos encerraram o dia em alta. Julho/18 teve alta de 165 pontos, a 117,35 cents/lb. Para setembro/18, alta de 155 pontos, a 119,55 cents/lb. Dezembro/18 teve alta também de 155 pontos, a 123,05 cents/lb, enquanto março/19, mais distante, teve alta de 150 pontos, a 126,50 cents/lb.

O dia ainda foi marcado por um forte recuo do dólar, de 5,50%, sendo vendido a R$3,7074. A queda ocorreu após ação do Banco Central brasileiro.

O analista de mercado Anilton Machado, da Origem Corretora, destaca que a queda do dólar frente ao real foi fundamental para que a alta em Nova York ocorresse.

Machado também destaca que o Governo Federal, dentro do Plano Safra divulgado na quarta-feira (6), confirmou os R$4,96 bilhões do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira solicitados pelo Comitê Diretor de Planejamento Estratégico do Conselho Deliberativo da Política do Café (CDPC).

Mercado interno

Na semana, o café tipo cereja descascado apresentou maior variação em Guaxupé (MG), onde teve queda de -4,23%, ou R$22,00, estabelecendo a cotação a R$498,00. A queda menos expressiva foi a de -2,08% registrada em Patrocínio (MG) e Espírito Santo do Pinhal (MG), ambas de R$10,00, com a cotação a R$470,00.

O café tipo 4/5, por sua vez, teve maior variação em Franca (SP), onde a queda foi de -4,00%, ou R$20,00, estabelecendo a cotação em R$480,00. A menor variação foi vista em Poços de Caldas (MG), de -2,56%, ou R$12,00, a R$456,00.

Já para o café tipo 6 duro, a maior variação ocorreu em Guaxupé (MG), com queda de -4,52%, ou R$22,00, estabelecendo a cotação em R$465,00. Varginha (MG) teve a maior variação positiva, de 3,30%, ou R$15,00, a R$470,00.

Na quinta-feira (7), o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6, bebida dura para melhor, teve a saca de 60kg cotada a R$ 465,92 e alta de 1,18%.

Notícias Relacionadas