NOTÍCIAS

Café tem dia mais tranquilo e encerra com altas técnicas em Nova York e Londres

por Notícias Agrícolas:

Postado em 20/05/22
O mercado futuro do café arábica encerrou as negociações desta quinta-feira (19) com valorização técnica para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US).

Julho/22 teve alta de 110 pontos, negociado por 218,70 cents/lbp, setembro/22 teve valorização de 110 pontos, cotado por 218,80 cents/lbp, dezembro/22 registrou valorização de 100 pontos, valendo 218,45 cents/lbp e março/23 teve alta de 85 pontos, cotado por 217,50 cents/lbp.

Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon também encerrou com valorização. Julho/22 teve alta de US$ 17 por tonelada, negociado por US$ 2080, setembro/22 registrou valorização de US$ 15 por tonelada, cotado por US$ 2081, novembro/22 teve alta de US$ 12 por tonelada, negociado por US$ 2075 e janeiro/23 teve valorização de US$ 9 por tonelada, valendo US$ 2069.

O setor cafeeiro ainda mantém as atenções para as condições climáticas no Brasil. A onda de frio, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), ainda deixa algumas áreas cafeeiras em alerta de geadas nos próximos dias. O aviso continua sendo válido em todo Centro-Sul do Brasil.

Além das condições climáticas, a desvalorização do dólar ante ao real voltou a dar suporte de alta para o café neste pregão. A moeda passou a maior parte do pregão com desvalorização e abaixo dos R$ 5,00. “O dólar tinha queda contra o real nesta quinta-feira, alinhando-se a movimento internacional de recuperação de moedas arriscadas depois de uma forte onda de vendas na véspera, quando temores sobre inflação, aperto monetário e possível desaceleração econômica aumentaram a busca por segurança”, destacou a agência de notícias Reuters durante o pregão.

No Brasil, o mercado físico acompanhou o dólar e teve um dia de desvalorização. O tipo 6 bebida dura bica corrida teve queda de 0,79% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 1.260,00, Poços de Caldas/MG teve queda de 1,54%, cotado por R$ 1.280,00, Araguarí/MG registrou queda de 3,79%, valendo R$ 1.270,00, Campos Gerais/MG teve baixa de 0,78%, cotado por R$ 1.270,00 e Franca/SP registrou desvalorização de 0,77%, negociado por R$ 1.290,00.

O tipo cereja descascado teve queda de 0,75% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 1.320,00, Poços de Caldas/MG registrou desvalorização de 1,42%, valendo R$ 1.390,00 e Campos Gerais/MG teve queda de 0,75%, cotado por R$ 1.330,00.

Notícias Relacionadas