NOTÍCIAS

Café tem valorização em NY: Análise destaca, agora, preocupação com chuvas em excesso no BR

Por Notícias Agrícolas:

Postado em: 16/12/22

O mercado futuro do café arábica teve um dia de valorização para os preços no pregão desta quinta-feira (15) na Bolsa de Nova York (ICE Future US).

Março/23 teve alta de 360 pontos, negociado por 171,75 cents/lbp, maio/23 teve alta de 315 pontos, cotado por 171,65 cents/lbp, julho/23 teve alta de 285 pontos, cotado por 171,65 cents/lbp e setembro/23 teve alta de 255 pontos, cotado por 171,15 cents/lbp.

Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon teve um dia de ajustes técnicos. Março/23 teve alta de US$ 1 por tonelada, negociado por US$ 1878, maio/23 teve queda de US$ 3 por tonelada, negociado por US$ 1846, julho/23 teve queda de US$ 3 por tonelada, valendo US$ 1829 e setembro/23 teve baixa de US$ 4 por tonelada, cotado por US$ 1819.

O café subiu mesmo após a Conab indicar acréscimo na safra de 2022 em relação ao ano passado. Já em comparação com 2020, último ano de bienalidade positiva, a safra é 19,3% mais baixa.

Segundo análise do site internacional Barchart os preços caíram devido a previsão do tempo. Agora, segundo a análise, é o excesso de água que traz preocupação. “Já que as previsões de fortes chuvas nos próximos dez dias na região de Minas Gerais, no Brasil, provocaram a redução de fundos. As fortes chuvas podem inundar as fazendas de café e reduzir a produtividade em Minas Gerais, a maior região produtora de café arábica do Brasil”, afirma a publicação. No campo, o produtor segue cauteloso e espera por preços mais atrativos para fechar negócio.

No Brasil, o mercado físico acompanhou e também teve um dia de valorização nas principais praças de comercialização do país.

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve alta de 2,33% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 1.055,00, Poços de Caldas/MG teve alta de 0,97%, negociado por R$ 1.040,00, Machado/MG teve alta de 1,98%, valendo R$ 1.030,00, Varginha/MG teve alta de 0,95%, valendo R$ 1.060,00 e Franca/SP teve alta de 3,77%, cotado por R$ 1.100,00.

O tipo cereja descascado teve alta de 2,23% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 1.144,00, Poços de Caldas/MG teve alta de 0,88%, cotado por R$ 1.150,00, Varginha/MG teve alta de 1,77%, valendo R$ 1.150,00 e Campos Gerais/MG teve alta de 2,35%, cotado por R$ 1.090,00.

Notícias Relacionadas