NOTÍCIAS

Café testa novas altas e tem primeiro pregão de valorização na semana em Nova York

Por Notícias Agrícolas:
Postado em: 16/09/22

Depois de três dias de desvalorização, o arábica testou novas altas neste pregão. O dia começou com variação técnica, mas os preços avançaram depois que a Safras & Mercado reduziu para 58,2 milhões de sacas a safra 2022/23, o volume representa 2,9 milhões de sacas a menos do que o projetado anteriormente.

A reta final da safra brasileira pressiona as cotações, mas as preocupações com a oferta global do produto segue no radar de todo o setor já que além do Brasil outras origens produtoras vêm enfrentando impactos climáticos, como por exemplo a Colômbia. A cooperativa Cooxupe, uma das maiores produtoras de café do Brasil, informou na quarta-feira que a colheita de café no Brasil estava 98% concluída em 9 de setembro.

Dezembro/22 teve alta de 155 pontos, valendo 216,40 cents/lbp, março/23 teve valorização de 105 pontos, cotado por 211,20 cents/lbp, maio/23 teve alta de 110 pontos, cotado por 207,95 cents/lbp e julho/23 registrou alta de 115 pontos, valendo 205,20 cents/lbp.

Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon manteve a estabilidade. Novembro/22 teve queda de US$ 4 por tonelada, valendo US$ 2226, janeiro/23 teve queda de US$ 5 por tonelada, cotado por US$ 2214, março/23 teve baixa de US$ 7 por tonelada, negociado por US$ 2186 e maio/23 teve baixa de US$ 8 por tonelada, valendo US$ 2173.

No Brasil, o mercado físico teve um dia de poucas variações nas principais praças de comercialização do país. Os produtores seguem operando com cautela, aguardando pelo retorno das chuvas e a medida que precisa fazer caixa. O tipo 6 bebida dura bica corrida teve queda de 1,57% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 1.255,00, Poços de Caldas/MG teve alta de 0,78%, cotado por R$ 1.290,00, Varginha/MG teve alta de 1,19%, negociado por R$ 1.275,00, Campos Gerais/MG teve alta de 0,79%, valendo R$ 1.283,00 e Franca/SP teve alta de 1,55%, cotado por R$ 1.310,00.

O tipo cereja descascado teve queda de 0,37% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 1.344,00, Poços de Caldas/MG teve alta de 0,72%, valendo R$ 1.390,00, Varginha/MG teve alta de 1,14%, negociado por R$ 1.335,00 e Campos Gerais/MG teve alta de 0,75%, cotado por R$ 1.343,00.

Notícias Relacionadas