NOTÍCIAS

Cafeicultores buscam alternativas econômicas, observa equipe da Ufla

por CaféPoint:

Em seu último Relatório Internacional de Tendências do Café do mês de janeiro, a equipe do Bureau de Inteligência Competitiva do Café, da Universidade Federal de Lavras (Ufla), abordaram problemas que impulsionaram cafeicultores do mundo todo a buscar alternativas.

Os principais motivos da busca por outras soluções econômicas são a mudança clima adverso e o ataque de pragas e doenças. “A situação é agravada pela tendência de queda na cotação internacional do grão”, analisa o Relatório.

O fenômeno foi observado, por exemplo, na América Central, onde o cultivo de cacau começou a atrair a atenção como substituto para o café em regiões de altitude mais baixa. Já na Índia, a produção de café arábica está estagnada, mas o cultivo de robusta cresceu nos últimos anos, afirma o Bureau. Os dados sobre a cafeicultura mundial mostram que a produção de café robusta cresce mais rápido que a de arábica, o que pode ser interpretado como um sinal da maior viabilidade econômica desse tipo de grão.

Notícias Relacionadas