NOTÍCIAS

CMN aprova limites de financiamento com recursos do Funcafé para 2016

por Valor:

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou a distribuição de recursos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) para aplicação em operações de crédito no ano de 2016. A previsão é que o dinheiro para financiar o setor seja liberado pelos agentes financeiros (bancos e cooperativas de crédito) no começo de maio, enquanto que no ano passado a verba foi liberada somente em agosto. A proposta orçamentária de 2016 prevê a destinação de R$ 4,8 bilhões para o Funcafé. Com isso, o CMN aprovou que R$ 950 milhões desses recursos deverão ser destinados para operação de custeio; até R$ 1,7 52 bilhão para operações de estocagem; até R$ 1 bilhão para aquisição de café; até R$ 10 milhões para financiamento de contratos de opção e de operações de mercados futuros; até R$ 20 milhões para financiamento de recuperação de cafezais danificados. Além disso, para financiamento de capital de giro para indústria de café solúvel e torrefação de café, o CMN fez a seguinte distribuição: até R$ 200 milhões para indústrias de café solúvel; até R$ 300 milhões para indústrias de torrefação de café; e até R$ 400 milhões para cooperativas de produção. Outros R$ 200 milhões previstos no orçamento do Funcafé ficarão em uma reserva. Segundo o secretário-adjunto de Política Agrícola e Meio Ambiente, Ivandré Montiel, a aprovação dos limites de liberação pelo CMN seguiram neste ano o “cronograma normal”. No ano passado, com o atraso na aprovação do orçamento, a distribuição desses limites também demorou a ser feito pelo conselho

Notícias Relacionadas