NOTÍCIAS

Colômbia produz 13,6 milhões de sacas de café nos últimos 12 meses

 por CaféPoint:

A Colômbia registrou uma colheita de 13,6 milhões de sacas de 60 quilos nos últimos 12 meses (novembro 2014 – outubro 2015), 12% a mais que as 12,2 milhões de sacas produzidas no mesmo período do ano anterior.

Por outro lado, nos dez primeiros meses desse ano, a produção cafeeira da Colômbia cresceu 15% e ficou em 11,4 milhões de sacas, frente às 9,9 milhões de sacas registradas entre janeiro e outubro de 2014. Neste último, a produção de café ficou em 24% e chegou a 1,4 milhão de sacas.

Embora esses altos níveis de produção, que não foram registrados há 22 anos, sejam uma notícia muito boa para os produtores no setor, na atual conjuntura, os cafeicultores enfrentam desafios importantes, entre eles, os maiores custos de produção como consequência do aumento no preço da mão de obra, assim como pelo encarecimento dos fertilizantes, insumo essencial em toda a atividade agrícola.

A isso se soma uma maior proporção de cafés de menor densidade como consequência do fenômeno do El Niño, cuja escassez de chuvas afetou a chegada dos frutos. “Estamos satisfeitos por estar nos volumes de produção e exportação hoje registrados, pois isso reflete que a Colômbia regressou a seus níveis históricos e se mantém como um importante participante no mercado internacional. No entanto, preocupa-nos muito ver como a cada dia se reduzem as receitas do produto, porque seus custos em alguns casos estão acima de seus investimentos. Decididamente, temos que trabalhar unidos para devolver a rentabilidade ao negócio cafeeiro”, disse o gerente geral da Federação de Cafeeiros, Roberto Vélez Vallejo.

Em sintonia com a produção, as exportações de café da Colômbia mantêm o ritmo de crescimento. Tanto é assim que, durante os últimos doze meses, as vendas externas ficaram em 12,5 milhões de sacas, 14% a mais em comparação com as 10,9 milhões de sacas exportadas no mesmo período do ano anterior.

 

Até agora nesse ano (janeiro-outubro), as exportações de café cresceram 17%, baixando a 10,4 milhões de sacas. Por outro lado, em outubro, as exportações foram de 1,2 milhão de sacas, 33% a mais que as 970 mil sacas enviadas aos mercados internacionais no décimo mês de 2014.

Um dado que vale a pena ressaltar é a participação do café na cesta total das vendas externas do país que, segundo o Departamento Administrativo Nacional de Estatísticas (DANE), durante o último ano, passou de 4% a 7%.

As informações são da Federação Nacional de Cafeicultores da Colômbia / Tradução por Juliana Santin

Notícias Relacionadas