NOTÍCIAS

Com foco no Brasil, café tem dia de ajustes para os preços em NY e Londres

Por Notícias Agrícolas: 

Postado em: 11/07/23

O mercado futuro do café arábica encerrou o primeiro pregão da semana com ajustes negativos para os preços a Bolsa de Nova York (ICE Future US).

Setembro/23 teve queda de 105 pontos, negociado por 159,85 cents/lbp, dezembro/23 teve baixa de 75 pontos, valendo 159,30 cents/lbp, março/24 teve queda de 80 pontos, cotado por 159,90 cents/lbp e maio/24 teve baixa de 80 pontos, negociado por 161,05 cents/lbp.

O café arábica teve mais um dia de pressão com a colheita do Brasil. As condições climáticas continuam favorecendo o trabalho no campo e o produtor continua participando do mercado a medida que precisa fazer caixa.

“Os preços do café caíram moderadamente na segunda-feira com a perspectiva de condições secas no Brasil para acelerar o ritmo da colheita de café do país. A Somar Meteorologia informou na segunda-feira que a região de Minas Gerais, no Brasil, recebeu +0,1 mm de chuva na semana anterior, apenas 2% da média histórica”, acrescenta a análise do site internacional Barchart.

Na Bolsa de Londres, setembro/23 tinha queda de US$ 45 por tonelada, negociado por US$ 2576, novembro/23 tinha baixa de US$ 39 por tonelada, cotado por US$ 2436, janeiro/24 tinha baixa de US$ 32 por tonelada, negociado por US$ 2370 e março/24 teve baixa de US$ 27 por tonelada, cotado por US$ 2334.

Já o conilon, apesar do dia negativo ainda tem suporte na preocupação com a oferta do Vietnã e da Indonésia. conforme já informado pelos governos dos dois países produtores de robusta.

No mercado físico, o dia também foi marcado por ajustes nos preços nas principais praças de comercialização do país.

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve queda de 0,24% em Poços de Caldas/MG, negociado por R$ 836,00, Varginha/MG teve alta de 2,35%, valendo R$ 870,00, Campos Gerais/MG teve baixa de 0,58%, cotado por R$ 861,00.

O tipo cereja descascado teve queda de 0,23% em Poços de Caldas/MG, negociado por R$ 876,00 e Campos Gerais/MG teve baixa de 0,54%, cotado por R$ 921,00. Guaxupé/MG manteve a estabilidade por R$ 920,00 e Varginha/MG manteve por R$ 920,00.

Notícias Relacionadas