NOTÍCIAS

Começa a funcionar sistema de compra de café por fator de rendimento na Colômbia

por CaféPoint:

Com o propósito de melhorar as receitas do produtor diante dos efeitos do fenômeno do El Niño, passou a funcionar a nível nacional na Colômbia, para as compras realizadas pelo Fundo Nacional de Café, a compra por fator de rendimento na debulha ao invés do sistema de porcentagem de amêndoas sadias.

O fator de rendimento é a quantidade de café pergaminho necessário para obter uma saca de 70 quilos de café Excelso (tipo exportação) que se determina durante o processo de debulha. Este método de compra de café permite valorizar os diferentes tipos de grãos que leva o produtor a um ponto de compra mais preciso em momentos em que os efeitos do fenômeno do El Niño levam à previsão de uma maior quantidade de grãos de menor densidade, conhecidos como “averanados”.

A medida é parte das estratégias para melhorar a rentabilidade do produtor, que o Gerente Geral da Federação Nacional de Cafeicultores (FNC), Roberto Vélez Vallejo, fixou como prioridade desde o começo de sua gestão. O preço interno base de referência se liquidará a partir de agora considerando os seguintes fatores:

– Fator de rendimento base 94 quilos de pergaminho seco por saca de 70 quilos.

– Preço sacas por carga = (94 quilos/fator de rendimento em quilos) X preço base/carga.

– A bonificação para cafés especiais será para fatores inferiores a 93,33.

– Mantêm-se os descontos por xícara e os descontos por porcentagens de broca superior a 5%.

– Inclui-se o preço dos grãos inferiores no valor total por carga de café pergaminho seco.

As informações são do http://www.federaciondecafeteros.org. / Tradução por Juliana Santin.

Notícias Relacionadas