NOTÍCIAS

Confirmando tendências, café tem semana de bastante volatilidade e encerra com baixa em NY

Por Notícias Agrícolas: 

Postado em: 06/06/22

O mercado do café arábica encerrou as negociações desta sexta-feira (3) com recuo para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US), após uma semana de avanço para os preços e mantendo a volatilidade já apontada por analistas anteriormente.

Julho/22 teve queda de 585 pontos, negociado por 232,40 cents/lbp, setembro/22 tinha desvalorização de 570 pontos, negociado por 232,55 cents/lbp, dezembro/22 teve queda de 565 pontos, cotado por 231,75 cents/lbp e março/23 teve queda de 565 pontos, valendo 229,95 cents/lbp.

Sem novidades, o setor cafeeiro segue acompanhando a evolução da colheita no Brasil – que apresenta atraso devido a maturação tardia em algumas áreas de produção. Porém, mesmo com os trabalhos no Brasil, outros fatores como a produção em menor escala do Brasil, impasses logísticos, preocupação com a aproximação do inverno no Brasil e a contínua queda nos estoques certificados na ICE, continuam dando suporte para altas. Os impasses com a guerra, que completou 100 dias nesta sexta, mantém o cenário de instabilidade e traz ainda mais volatilidade aos preços.

A produção de café arábica na Colômbia continua prevista em 13 milhões de sacas de 60 quilos, de acordo com dados divulgados recentemente pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), que trouxe ainda que apesar da alta nos preços do café, os produtores colombianos sentem fortemente os reflexos da guerra entre Rússia e Ucrânia, que inclusive completa 100 dias nesta sexta-feira (3).

No Brasil, o mercado físico acompanhou e encerrou com desvalorização nas principais praças de comercialização do país.

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve queda de 1,12% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 1.320,00, Poços de Caldas/MG teve queda de 0,76%, negociado por R$ 1.300,00, Varginha/MG teve queda de 3,70%, valendo R$ 1.300,00 e Franca/SP teve baixa de 2,26%, cotado por R$ 1.300,00.

O tipo cereja descascado teve queda de 1,06% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 1.395,00, Poços de Caldas/MG teve queda de 0,70%, valendo R$ 1.410,00, Varginha/MG teve queda de 3,52%, valendo R$ 1.370,00 e Campos Gerais/MG teve desvalorização de 1,06%, negociado por R$ 1.400,00.

Notícias Relacionadas