NOTÍCIAS

Emater-MG destaca a importância do marketing na comercialização do café

Por Emater/MG: 

Postado em: 04/04/23

Produtores de café do Sul de Minas terão nesta semana a oportunidade de aprender e debater sobre a importância do marketing na cafeicultura. Na próxima quarta-feira (5/4), o tema será abordado numa palestra da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG), durante a etapa do Circuito Mineiro da Cafeicultura, em Nepomuceno.

O engenheiro agrônomo da Emater-MG, Pedro Henrique Assis Sousa, afirma que o cafeicultor brasileiro é um exemplo mundial quando se trata do manejo da planta. Mesmo quando enfrenta condições adversas como geada, chuvas de granizo ou estiagens, a produção do país se destaca no mercado global. Porém, ainda é preciso avançar na exploração do marketing do produto, no momento da comercialização. “Apesar da excelência do nosso manejo, a gente acaba pecando na hora de vender o café. Uma prova disso, é que nossos vizinhos da América do Sul, muitas vezes, vendem o café com um preço superior ao nosso, nas principais bolsas de mercado”, explica o técnico.

Durante a palestra, ele irá mostrar como explorar o marketing na cafeicultura e a importância de analisar as potencialidades e as preferências dos consumidores para gerar maior renda na atividade. Pedro Henrique cita, como exemplo, o destaque que deve ser dado às características da produção numa propriedade.

“O produtor deve descrever o terroir da propriedade, a altitude da lavoura, se é produzido pela agricultura familiar, o preparo da colheita, os processos que envolvem a certificação, os descritores encontrados na bebida, dentre outros. São informações que devem ser colocadas na embalagem, a fim de atrair os consumidores”, diz.

Ele lembra que o selo do programa Certifica Minas Café é um atrativo no mercado consumidor. “O produtor pode vender seu café como sendo um produto certificado, que respeita as boas práticas de sustentabilidade, preservação do meio ambiente e manejo do solo e da água”, afirma Pedro Henrique Assis Sousa.

O Certifica Minas Café é um programa de certificação de propriedades cafeeiras desenvolvido pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Emater-MG, Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) e o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA). A Emater–MG orienta os produtores na adequação das propriedades às boas práticas agrícolas em todas as fases da produção, atendendo normas ambientais e trabalhistas, reconhecidas internacionalmente. Ao final do processo, a propriedade passa por uma auditoria para o recebimento da certificação. Atualmente, são cerca de 700 propriedades mineiras certificadas.

Circuito Mineiro da Cafeicultura

A etapa de Nepomuceno do Circuito Mineiro da Cafeicultura será no Celebrare Event Center, no centro da cidade. As inscrições gratuitas devem ser feitas no local, a partir das 8 horas. Além da palestra sobre marketing, também serão abordados os seguintes temas: novas tecnologias para a cafeicultura, construção da fertilidade no perfil do solo e sustentabilidade.

O circuito é uma série de eventos técnicos promovidos em dezenas de municípios, em todas as regiões produtoras de café de Minas Gerais, até novembro. A realização é da Emater-MG, com apoio das prefeituras, câmaras municipais, sindicatos e cooperativas.

 

Notícias Relacionadas