NOTÍCIAS

IBGE aponta queda de 10,8% na produção de café de 2019

POR EQUIPE CAFÉPOINT:

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou ontem (10/01) o terceiro prognóstico 2019 de cereais, leguminosas e oleaginosas.

Em relação ao café, a estimativa da produção é de 3,2 milhões de toneladas, ou 53,4 milhões de sacas de 60 kg, um declínio de 10,8% em relação à safra 2018, já previsto visto que a safra passada foi considerada a maior.

Para o café arábica, a produção estimada é de 2,3 milhões de toneladas, ou 38,2 milhões de sacas de 60 kg, declínio de 14,9%.

A área plantada (1,7 milhão de hectares) apresenta redução de 0,2%. A área a ser colhida (1,5 milhão de hectares) apresenta aumento de 0,3% e o rendimento médio (1.541 kg/ha) foi estimado com retração de 15,1%.

O ano de 2018 caracterizou-se como de elevada produção. Minas Gerais, maior produtor de café arábica do país, com 70,1% do total nacional, estima colher 1,6 milhão de toneladas, ou 27,3 milhões de sacas de 60 kg, declínio de 13,4% em relação ao ano anterior. São Paulo e Espírito Santo, também apresentam estimativas de produção inferiores às de 2018, com 271,4 e 177,6 mil toneladas, respectivamente.

Para o café canephora (conillon) foi estimada uma produção de 913,4 mil toneladas, aumento de 1,5% em relação ao ano anterior. A estimativa de produção do Espírito Santo, de 606,9 mil toneladas, apresenta aumento de 2,6%, com o rendimento médio devendo crescer 2,3%.

Para Rondônia, a estimativa da produção foi de 143,7 mil toneladas, ou 2,4 milhões de sacas de 60 kg, crescimento de 3,3% em relação ao ano anterior. Já na Bahia, a estimativa da produção encontra-se em 129,6 mil toneladas, ou 2,2 milhões de sacas de 60 kg.

As informações são da Agência IBGE Notícias

Notícias Relacionadas