NOTÍCIAS

Números do Brasil voltam a pressionar e arábica começa semana com desvalorização

por Notícias Agrícolas:

Postado em 06/02/2024
Físico teve dia de estabilidade, enquanto Londres recuou nesta 2ª feira

Maio/24 teve queda de 230 pontos, negociado por 186,70 cents/lbp, julho/24 teve desvalorização de 230 pontos, valendo 185,80 cents/lbp, setembro/24 teve baixa de 230 pontos, cotado por 185,80 cents/lbp e dezembro/24 teve baixa de 220 pontos, valendo 186,30 cents/lbp.

Além de monitorar as condições no tempo no Brasil, o mercado reagiu aos novos dados divulgados sobre a safra brasileira. “Os preços do café também caíram hoje, depois que a Safras & Mercado aumentou sua estimativa da safra de café do Brasil para 2022/23 para 61,1 milhões de sacas, de uma estimativa anterior de 58,9 milhões de sacas”, destacou a análise do site internacional Barchar.

No campo, o produtor ainda vivência altas temperaturas e chuvas irregulares, participando do mercado em momentos estratégicos e que precisa fazer caixa. De acordo com analistas ouvidos pelo Notícias Agrícolas, a volatilidade será mantida no médio prazo, sobretudo pelas condições financeiras globais que ainda mantêm o mercado repleto de dúvidas.

“As condições excessivamente secas no Brasil estão apoiando os preços do café arábica. A Somar Meteorologia informou hoje que a região mineira do Brasil recebeu 30,9 mm de chuva na última semana, ou 49% da média histórica”, complementa a análise do site Barchart.

Em Londres, o tipo conilon também teve um dia de desvalorização. Maio/24 teve queda de US$ 48 por tonelada, negociado por US$ 3068, julho/24 teve baixa de US$ 39 por tonelada, cotado por US$ 2988, setembro/24 teve desvalorização de US$ 33 por tonelada, cotado por US$ 2911 e novembro/24 teve queda de US$ 41 por tonelada, valendo US$ 2851.

No Brasil, o dia foi marcado por estabilidade nas principais praças de comercialização do país.

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve queda de 0,96% em Machado/MG, negociado por R$ 1.030,00, Varginha/MG teve queda de 0,94%, cotado por R$ 1.050,00, Franca/SP registrou alta de 0,96%, cotado por R$ 1.050,00.

O tipo cereja descascado teve queda de 0,93% em Varginha/MG, negociado por R$ 1.070,00, Guaxupé/MG, manteve a estabilidade por R$ 1.071,00, Poços de Caldas/MG manteve por R$ 1.040,00 Patrocínio/MG manteve por R$ 1.070,00.

Notícias Relacionadas