NOTÍCIAS

O dólar recua novamente frente ao real

por Carvalhaes:

Fechou na sexta-feira, dia 29, valendo R$ 4,0260 e sexta-feira, dia 5, fechou a R$ 3,9170. Os contratos de café na ICE Futures US em Nova Iorque trabalharam em alta e os com vencimento em março próximo acumularam alta de 405 pontos no período.

No mercado físico brasileiro os preços se mantiveram estáveis. Alguns compradores diminuíram o valor de suas ofertas dificultando o fechamento de negócios. A esta altura do ano safra 2015/2016, o que resta de estoques está em mãos de produtores mais capitalizados que resistem em vender nas bases oferecidas pelos compradores.

O CCCV – Centro do Comércio de Café de Vitória informou na semana passada que as exportações de café conilon do Espírito Santo em 2015 atingiram volume recorde, com 4,02 milhões de sacas de 60 kg. Foi o maior embarque do grão feito pelo Estado em toda sua história. Para o CCCV, o dólar fez com que o mercado externo se tornasse mais competitivo. Normalmente perto de 90% do conilon capixaba é destinado ao consumo interno brasileiro.

O resultado desse excelente desempenho das exportações de conilon do Espírito Santo é o baixo estoque existente no estado neste início de 2016. Esta situação vai fazer o consumo interno brasileiro se voltar para o estoque de arábica ainda existente no Brasil. As informações que chegam do Espírito Santo são que a nova safra 2016 de conilon também sofrerá perdas com as secas ocorridas nas regiões produtoras do norte do Estado e do sul da Bahia.

Esse quadro aponta para um mercado físico brasileiro firme nos próximos meses tanto para o arábica como para o conilon.

Até dia 1, os embarques de janeiro estavam em 2.064.622 sacas de café arábica, 66.606 sacas de café conillon, mais 189,632 sacas de café solúvel, totalizando 2.320.860 sacas embarcadas, contra 2.482.964 sacas no mesmo dia dezembro. Até o mesmo dia 4, os pedidos de emissão de certificados de origem para embarque em dezembro totalizavam 2.802.047 sacas, contra 3.090.125 sacas no mesmo dia do mês anterior.

Até dia 4, os embarques de fevereiro estavam em 67.574 sacas de café arábica, 7.160 sacas de café conillon, mais 3.265 sacas de café solúvel, totalizando 77.999 sacas embarcadas, contra 205.554 sacas no mesmo dia janeiro. Até o mesmo dia 4, os pedidos de emissão de certificados de origem para embarque em fevereiro totalizavam 781.422 sacas, contra 385.344 sacas no mesmo dia do mês anterior.

A bolsa de Nova Iorque – ICE, do fechamento do dia 29, sexta-feira, até o fechamento de sexta-feira, dia 5, subiu nos contratos para entrega em março próximo 405 pontos ou US$ 5,36 (R$ 21,00) por saca. Em reais, as cotações para entrega em março próximo na ICE fecharam no dia 29 a R$ 619,63 por saca, e dia 5, a R$ 623,84 por saca. Na sexta-feira, dia 5, nos contratos para entrega em março a bolsa de Nova Iorque fechou com baixa de 280 pontos.

Notícias Relacionadas