NOTÍCIAS

Uganda e Congo recebem treinamento para aumentar a produção de café

POR EQUIPE CAFÉPOINT:

Os agricultores da Uganda e da República Democrática do Congo se beneficiarão de uma capacitação combinada de US$ 26 milhões para aumentar a produção de café especial para exportação.

O curso é financiado pela empresa americana de desenvolvimento sem fins lucrativos TechnoServe e pela empresa alemã Benckiser Stiftung Zukunft. Pelo plano, está prevista a formação de 15 mil agricultores na parte oriental da República Democrática do Congo sob um projeto de cinco anos, enquanto que na Uganda ocidental serão 30 mil agricultores ao longo de quatro anos.

No Congo, a TechnoServe capacitará os cafeicultores em técnicas inteligentes em termos de clima e trabalhará com cooperativas para estabelecer e melhorar instalações de processamento.

De acordo com o CEO da empresa William Warshauer, a crescente demanda global por cafés especiais representa uma oportunidade para os trabalhadores nas terras altas do Kivu do Sul obterem preços mais altos por suas colheitas.

Segundo ele, ao atender a crescente demanda dos consumidores por café solúvel de alta qualidade, os agricultores podem sair da pobreza e oferecer um futuro melhor para suas famílias.

Uganda é o maior produtor de café da África, com uma produção de 230 mil toneladas por ano. Já o Congo chegou a produzir 120 mil toneladas, mas a guerra civil no país reduziu significativamente este número.

As informações são do Prensa Latina / Tradução Juliana Santin

Notícias Relacionadas